8 de fev de 2017

Uma estrela a ponto de se tornar numa supernova, saiba como encontrá-la

Quando acontecer, o brilho poderá ser maior que o da Lua cheia

Catalogada pela primeira vez em 1677, pelo astrônomo Edmond Halley, Eta Carinae é uma estrela instável que ao longo dos anos tem variado muito em termos de brilho.
Na época de sua descoberta a estrela apresentava uma magnitude aparente de 4. Em 1843, Eta Carinae era uma estrela muito brilhante, na realidade era a segunda estrela mais brilhante do céu noturno, sendo ultrapassada apenas pela estrela Sirius. Este aumento de brilho teve a ver com uma explosão sofrida pela maior estrela deste sistema binário, explosão essa que não destruiu a estrela. Como resultado dessa explosão, uma nebulosa foi criada ao redor de Eta Carinae, a Nebulosa Homunculus. A partir disso, o brilho de Eta Carinae foi diminuindo gradualmente até que em 1868 deixou de ser visível a olho nu, ou seja, sem instrumentos telescópicos. Na década de 1990 voltou a ser visível a olho nu.

Eta Carinae é um sistema de duas estrelas, em que a estrela maior tem dimensões colossais e poderá tornar-se numa supernova. Eta Carinae pode ser observada a partir do hemisfério sul na constelação da Carina (também conhecida como constelação da Quilha). (Veja abaixo como encontrá-la no céu)
Estima-se que Eta Carinae se situe a aproximadamente 7.500 anos-luz. A estrela maior deste sistema é uma hiper gigante azul, possuindo uma massa superior a 100 massas solares, sendo esta uma das estrelas mais massivas até agora conhecidas.

Como localizar Eta Carinae


O que é Supernova

Supernova é um evento astronômico que ocorre durante os estágios finais da evolução de algumas estrelas, que é caracterizado por uma explosão muito brilhante. Por um curto espaço de tempo, isto causa um efeito similar ao surgimento de uma estrela nova, antes de desaparecer lentamente ao longo de várias semanas ou meses.
Supernova de Kepler (Crédito: Nasa/JPL/Hopkins University)
Em apenas alguns dias o seu brilho pode intensificar-se em 1 bilhão de vezes a partir de seu estado original, tornando a estrela tão brilhante quanto uma galáxia, mas, com o passar do tempo, sua temperatura e brilho diminuem lentamente.
A explosão de uma supernova de tipo II pode expulsar para o espaço até 90% da matéria da estrela progenitora.

Eta Carinae irá explodir tornando-se uma supernova. Infelizmente não tem como prever quando isso acontecerá, poderá ser amanhã, ou até mesmo daqui milhões de anos, pois só o que se sabe é que a estrela está a beira da explosão. Quando esse evento fantástico acontecer, o brilho de Eta Carinae provavelmente irá competir com o brilho da Lua Cheia. Apesar dos dados assustadores o planeta Terra não corre risco algum.